[ editar artigo]

Sem Rumo

Sem Rumo

Ando sem rumo pela cidade,
Me perdendo na multidão.
Olhando cada rosto não vejo o seu,
Em meio a tanta gente eu sinto solidão.

Mais um dia isso vai passar,
A solidão vai ter fim.
Pois sei que mesmo distante,
Tem alguém que pensa em mim.

Eu vivo dos momentos felizes,
Nós dois sabemos quais são.
Pois são os pequenos detalhes,
Que marca e fica na recordação.

Você não sai do meu pensamento,
Porque mora no meu coração.
Pois destes versos que faço,
Você é a inspiração.

Literatura

EternizArte
Claudio Silva
Claudio Silva Seguir

Sou um sonhador mor, gosto de ler ,viajar conhecer lugares diferentes, de escrever poesias, amo a natureza e a liberdade como o maior bem que o ser humano tem.

Ler conteúdo completo
Indicados para você