[ editar artigo]

São Paulo

São Paulo

São Paulo que amo tanto,
de todo o meu coração.
Cidade onde nasci,
minha fabrica de ilusão.

São Paulo cidade histórica,
berço da liberdade.
Onde muitos chegam e ficam,
outros partem levando saudades.

Os seus braços de concreto,
são macios como a flor.
Que mesmo tendo espinhos,
exala o perfume do amor.

Seus prédios que de tão alto,
querem arranhar o céu.
Tu és uma noiva tão linda,
escondida sob o véu.

O véu do ar poluído,
e dos jardins de concreto.
A grande selva de pedra,
que é o preço do progresso.

Quem ouve falar de ti,
deseja te conhecer.
E na hora da partida,
jamais vai te esquecer.


Tuas avenidas e praças,
cheias de carros e gentes.
Tuas mansões e favelas,
de vidas tão diferentes.


Cidade onde nasci,
minha fábrica de ilusão.
São Paulo te amo tanto,
de todo o meu coração.

Esta poesia eu fiz em homenagem ao aniversário da maior cidade da America do Sul segundo as estatísticas,  mas para mim é a maior e melhor cidade do melhor pais do mundo, o Brasil, pois foi onde nasci, e cresci, apesar das dificuldades somos um povo alegre e vencemos as dificuldades sem perder o humor.

Literatura

EternizArte
Claudio Silva
Claudio Silva Seguir

Sou um sonhador mor, gosto de ler ,viajar conhecer lugares diferentes, de escrever poesias, amo a natureza e a liberdade como o maior bem que o ser humano tem.

Ler conteúdo completo
Indicados para você