[ editar artigo]

Quando bate aquela saudade

Quando bate aquela saudade

Encontrei um amigo seu na praça. Não sabia que eram amigos, o assunto surgiu por coincidência. Ele citou seu nome e eu comentei depois "conheço sim, já até namoramos". Ele disse que não sabia que você tinha um outro ex namorado. Eu estava bêbado, mas consegui na mesma hora ligar a última frase que ouvi da sua boca com cheiro de álcool, cigarros e ódio: "Eu não vou contar nossa história pra ninguém" Espero que seja verdade, assim só sobrará a minha versão. Porque, independente de quando, de onde e com quem eu estiver, algo vai fazer eu lembrar de você e eu não vou me conter ao contar a história curta e linda que tivemos. Vou beber hoje de novo, então, até a madrugada.

Literatura

EternizArte
Edson Artur
Edson Artur Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você