[ editar artigo]

Prossiga!

Prossiga!

Há vazios que ninguém consegue preencher.
Há palavras que nunca serão ditas.
Nada faz o tempo retroceder,
Por isso viva bem a sua vida.

Há coisas das quais se arrepender,
Há coisas que jamais farão sentido.
Às vezes é tarde para se perceber
Todo o tempo que foi perdido.

Tenha atenção no caminho,
Saiba escolher suas companhias.
Saiba suportar os espinhos
Das pessoas ingratas e mesquinhas.

Conte apenas consigo e com Deus,
Até a nossa sombra nos abandona na escuridão.
Não carregue um fardo que nunca foi seu,
Não abaixe a cabeça em submissão.

Não deixe ninguém humilhar você,
Não se sinta inferior a ninguém.
Faça do amor o seu poder
E saberá perseverar e ir além.

Não tenha medo da solidão,
Ela pode ser uma aliada.
Guarde sempre o seu coração
E evite cair em ciladas.

Viva um dia de cada vez,
Ignore as expectativas alheias.
Seja responsável pelo que fez,
Escreva suas mágoas na areia.

Deixe que as ondas levem todo o mal,
Deixe que o vento sussurre a solução.
Lembre-se de que você é luz e sal,
E que, para seus erros, há perdão.

Não se culpe por acreditar nas pessoas,
Cada um dá o que tem.
Sua pura alma ressoa
Amor, paz, luz e bem.

Siga em frente, mesmo quando doer.
Tire alguns momentos para se cuidar.
Ao cair, busque se fortalecer,
Mas nunca pense em abandonar.

Não abandone seus ideiais, suas lutas.
Não desista de seguir o seu chamado.
Não se deixe sucumbir pelas dúvidas,
Não tema o futuro, não se prenda ao passado.

Viva o presente, o agora.
Valorize cada segundo.
Cultive o amor, sem demora,
Deixe seu legado para o mundo.

MCSCP

Literatura

EternizArte
Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira Seguir

Versos de afeto dispersos pelo universo

Ler conteúdo completo
Indicados para você