[ editar artigo]

Outro final

Outro final

Uma casinha à beira-mar.

Casinha é “maneira de falar”,

na verdade, ela preserva

a história que vou contar.

 

Nela morava um jovem casal.

Enamorados desde criança,

viviam de forma natural

o seu amor imortal.

 

Certo dia, o mar bravio

propôs um desafio.

Salvar de seu destino

um andarilho peregrino.

 

O jovem nada em auxílio

e salva o andarilho,

mas o mar indignado

cobra o seu legado.

 

A jovem chora, lamenta...

Inconsolável aguarda

que o mar ouça seu lamento

e devolva o amado sem sofrimento.

 

Mas não aceito esse final.

A história é minha afinal...

O jovem salva o quase afogado

de seu destino traçado...

 

Com eterna gratidão

ganha um amigo e guardião

a proteger sua família,

com a coagem da afeição.

 

Literatura

TAGS

conto

PORMA

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você