[ editar artigo]

O encontro

O encontro

 

No vaivém de todo dia,

nos encontramos,

eu, você e sua tia.

Eu, sem jeito,

escondi o mau jeito,

enquanto você,

toda singela em flor,

marotamente sorria...

 

No vaivém de todo dia,

meu coração apaixonado,

apelando para a fantasia,

sonha, com o calor do seu beijo,

enquanto meu peito, minha boca,

todo meu corpo, só desejo,

não se contêm em euforia.

 

No vaivém de todo dia,

todo minuto perdido,

sem você a meu lado,

dói em meu coração calado,

que relembra a sua voz

no som de cada melodia.

 

No vaivém de todo dia,

nos encontramos,

eu e você,

sozinhos,

sem sua tia...

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você