[ editar artigo]

O Cadaveroso larvário

O Cadaveroso larvário

 

Palavras,não são o bastante...
há de se germinar,energia preponderante.
A epiderme Cósmica ,com seu revoar dos Séculos em seu instante,
traz a loucura autônoma,a um observador em ultrajes.
Destinado,pelas crônicas de como ages ,...a minha mágoa;
em remorsos ruídos.
Ecoas então...,
ciclones de todos os Cardeais sentidos.


Plantados sonhos Cardos,
regados fardos...
A Morte,que não dorme,
no despontar do dia,
sempre trouxera,suas blasfêmias como uma servil consorte.
A Lepra censória...,
na insânia de uma castidade;
...sua destemida vulgaridade.



Imaginados medos táteis...
doutrinas nuas;
as mortalhas,em arrancos ás peles cruas.
Caveiras desonradas,...nefandas,
nas Humanas misérias brandas.


Mendigando o friccionar de noites caloríficas,
ao se estar em fundas e soníferas madrugadas;
no cadaveroso e milagroso,de formas estancadas.
Movimentos vagos,
em descontinuados e inúteis afagos.

Literatura

Ler conteúdo completo
Indicados para você