[ editar artigo]

Niilismo na separação

Niilismo na separação

Amante lhe cativa,

implora pela sua volta,

mas você, niilista, não liga,

não acredita ou se importa.

 

Sentimentos reprimidos

explodem e, em vão, redimem

esse acúmulo de sofrimentos,

continuamente constrangidos.

 

Sorrateiros, corrompidos

agridem carentes corações

que se expõem para serem feridos

por dolorosas desilusões.

 

Sem despertar a ira dos preteridos,

choram em desespero, os mais arredios,

inconformados com tal condição.

Pois, não aceitam tão rude separação.

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você