[ editar artigo]

Modelada no fogo da razão

Modelada no fogo da razão

Na forja dos indivíduos,

moldando o aço da vida,

são criados padrões

como marcas do destino.

 

Lingotes moldados

no damasco das dúvidas,

aguardam a têmpera

na lâmina do saber.

 

Fio, com afinco, amolado

pelo mestre cuteleiro

que corta incertezas, certeiro,

com seu conhecimento afiado.

 

Na bainha da compreensão

guarda o que foi insciência,

agora, como consciência

modelada no fogo da razão.

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você