[ editar artigo]

MINHA SEMENTE LINDA E BOA

MINHA SEMENTE LINDA E BOA

É a minha semente linda e boa

que brotou no meu útero canteiro,

A mais amada vida em recomeço broto,

que nasceu amparada e cheia de um sentido proto,

para colorir uma vida que se já desbota, se apazigua e se esgota.

Quando a sua capsula se rompeu, sorriu

Foram ouvidos sinos, bater de asas e passarinhos

E o pincel de Deus a tingiu em carinhos,

Uma bela obra arte natural

Foi uma vida esperada que nasceu inusitada

para certo enriquecer todo o universo disperso,

preencher buracos negros ser sol, afeto e aconchego.

A inocência a vencer todo desespero.

Foi vida pintada com apuro e esmero

O amor sonhado e com afinação refeito,

E o novo sangue a trabalhar um coração no peito

Foi nova cor e novo melodioso som,

que me desperta e inspira a cada nova manhã.

A obra que une todas as belas artes,

e se decompõe em infinitas partes

que compõe as vidas plenas e fartas.

O canto como coral e lira de Serafins,

com todos os seus começos, meios e fins.

E hoje atinge sua maturidade.

A minha flor completa em sua maioridade.

Já não é mais broto e vive a intensidade.

Literatura

EternizArte
Leci Rocha
Leci Rocha Seguir

Sou aquela que ainda persegue sonhos. Que se encanta por miragens. A que vê a humanidade como um corpo indivisível. A que acredita que o futuro venha trazer respostas. E que a vida é algo que nunca se esgota.

Ler conteúdo completo
Indicados para você