[ editar artigo]

Meus versos

Meus versos

Meus versos

 

Eu faço versos como quem nasce

lançado para dentro do mundo

a revelar um mistério profundo

 

Eu faço versos como quem brinca

tirado da terra por um instante

a girar numa roda gigante

 

Eu faço versos como quem sofre

ferido pelo golpe da paixão

a sentir a dor da desilusão

 

Eu faço versos como quem reza

prostrado no altar da vida

a ofertar a crueza da lida

 

Eu faço versos como quem sonha

deitado no leito da confiança

a dormir um sono de esperança

 

Eu faço versos como quem ama

doado numa entrega total

a abrir-se de forma incondicional

 

Eu faço versos como quem vive

marcado pelo drama da cena

a crer que a vida vale a pena

Literatura

EternizArte
Gersão Maciel
Gersão Maciel Seguir

Pedagogo. Professor de Física. Mestre em ensino de Física. Poeta. Escritor

Ler conteúdo completo
Indicados para você