[ editar artigo]

Liga pra ele amiga (Parte 2)

Liga pra ele amiga (Parte 2)

Durante às
Conversas sem nada
O nada só nós entendemos

Eu entendo a tua dor
mas não entendes a minha, amor
Te acobardaste e nem me ligaste
Me fizeste pensar que eu sou um traste

Ouvi a tua amiga
Que mais parecia ser ela do que você
A falar, que te arrependes 
E estás com vergonha na cara

É preciso muita ausência de coragem
Pra sequer me encarares
Ou ligares;

Tudo que te fiz era de verdade
E o que me dizias não!
Invocando a hipocrisia
escrupulosamente
mentes e mentes até na tua mente.

Procuraste outro e foste
Mas, agora queres voltar
Igual um boomerang...

Sossega miúda bonita dos olhos castanhos
E da blusa cor azul
Não te julgo, pois
Somos de diferentes jugos

És adulta
deves saber ver
se és amada
ou se apenas estão a te dizer

Não és tudo o que eu tenho
Mas és tudo pra mim
Somos o plural
Singular
Por sermos um só ser carnal

Dama se dizes que me amas eu digo que te amei 
Dama deixa-te de dramas
Somos amigos
Mas já não podemos ser
Os melhores amigos;

Para de um "nós" forçar!
Simplesmente,
Deixa o vento soprar...

 


- Edgar Luluca - Escritor
📷: leo.thoms

Insta: https://www.instagram.com/p/CNyEKdKHoJ4/?igshid=1okw0rlk9vj8m

Literatura

EternizArte
Edgar Luluca
Edgar Luluca Seguir

Não sou um escritor normal.

Ler conteúdo completo
Indicados para você