[ editar artigo]

Lembras?

Lembras?

 

Lembras dos nossos momentos?

Lembras das promessas que fizemos?

Colapso vezes sem conta desde que não te tenho

A solidão tem me acompanhado todos os dias me fazendo lembrar do meu erro

Lembras que quando te dei o meu coração ele começou a funcionar melhor?

Tu és e sempre foste a cura para qualquer minha dor

Se soubesses a maneira que sobre ti para outras pessoas falo

Ás vezes viajo em vários momentos que nós eternizamos

Eu, você, o oceano, as estrelas e a lua como confidentes

Gritei o quanto o eu te amo e que o meu coração a ti pertence

Lembras-te? Claro que te lembras, porque como eu também não esqueces

Eu não te quero no meu passado, te quero no meu futuro e no meu presente.

 

Lembras das nossas conversas as madrugadas?

Das noites em que só adormecias depois que para ti eu cantava?

Dos meus pesadelos e da maneira que comigo oravas?

Da tua excitação toda vez que falávamos de crianças?

Lembras-te? Claro que te lembras porque como eu também não esqueces

Eu não te quero no meu passado, te quero no meu futuro e no meu presente

Eu sempre ficava calmo só por ouvir a tua voz

És tu quem eu quero ao meu lado quando tivermos criancinhas ao pé de nós nos chamando de vovós

Lembro-me dos nossos desejos

Fui turbulência em excesso

Esqueci-me das promessas do começo

Mas ver-te feliz em outros braços está no topo da lista dos meus medos

Temos noção que sou um vaso ruim

Mas por favor, lembra-te de todos os sonhos que contigo tive

Amor, lembra-te de todas as promessas e VOLTA PARA MIM

Literatura

Ler conteúdo completo
Indicados para você