[ editar artigo]

Jornada

Jornada

 

Densa mata intensa,

incontáveis seres

habitam-na, sensíveis

aos desígnios divinos.

 

Convictos e invictos

certos de seus destinos,

entre raios e trovões,

seguem com suas opções.

 

Mata que concebe,

percebe e persevera,

impõe marcha severa

aos súditos que gera.

 

Corrompe, mas, cura

na jornada que endura

os passos do caminhar,

por trilhas, ainda, a trilhar.

 

Trilhando entre rios,

atravessam a mata

sem rumo, apenas brios,

seguem a caminhada.

 

Avançando obstinados,

superam a travessia

e aguardam extenuados,

o término de vital primazia.

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você