[ editar artigo]

IRRECÍPROCO

IRRECÍPROCO

IRRECÍPROCO

Eu amei muito mais do que devia
Alguém que muito pouco ou mal me amou.
Para agradá-la, eu tudo permitia
Ao passo que ela tudo me negou.

Eu tudo que tivesse lhe daria...
Quanto tinha, de facto, ela levou. 
Meu amor, que era muito, eu dividia.
Seu amor, que era pouco, se acabou.

Livre igual passarinho, ela voava;
Enquanto eu, na gaiola, nem piava
Na esperança de que ela enfim me amasse.

Debalde... Ela se foi sem avisar,
Deixando mais distante meu olhar
E lágrimas a cair por minha face. 

Betim - 17 11 1996

Literatura

EternizArte
Ricardo CUNHA
Ricardo CUNHA Seguir

Escrevo. Gosto de escrever. Se sou escritor ou poeta, eu deixo para o leitor ponderar. https://medium.com/@arqt.ricardoc

Ler conteúdo completo
Indicados para você