[ editar artigo]

Frutos das Casuarinas

Frutos das Casuarinas

 

A inspiração nos convida,

de modo tão aleatório,

ao  encontro com a poesia

que pelo prazer de escrever

comove o poeta mais notório.

 

Trova de lembranças bronzeadas

de praias em férias passadas,

das chuvas fortes da estação,

do vento modorrento de verão

a rodopiar as folhas no chão.

 

Folhas de árvores esbeltas,

cujos troncos longilíneos

curvam-se em balé sensual

ao intempestivo vendaval

daquele entardecer estival.

 

As folhas lembram escamas,

os frutos são pequenas pinhas,

exóticas, porém naturalizadas.

Na poesia de memórias curtidas,

procuro rimas para Casuarinas!

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você