[ editar artigo]

Fragmentos

Fragmentos

 

No amanhecer azul...

Alvorece a harmonia

com uma bela sinfonia.

 

No céu azul...

Goteja o rio melodia

no café do novo dia.

 

No entardecer carmim...

O sol desce do alto,

depois do salto.

 

No horizonte carmim...

O sol aquece e ilumina

o mar, o céu e até a rima.

 

No anoitecer cinza...

O sol no fim, de fato,

no seu último ato.

 

Na sombra cinza...

O sonho leva consigo

todo o nosso castigo.

 

Imagens afloram em mim,

fragmentos de um dia afim,

marcas ocultas no inconsciente

de minha alma vã e descrente,

à procura por paz premente.

 

"Foto: fragmento da Escadaria Selarón  que liga os bairros de Santa Teresa e Lapa, no Rio de Janeiro, decorada pelo artista chileno, radicado no Brasil, Jorge Selarón. Foram usados fragmentos (cacos) de cerâmicas trazidas por visitantes de vários estados e países."

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você