[ editar artigo]

De olhos abertos

De olhos abertos

 

 

Confia, desconfia,

dá a mão

e deixa o pé atrás.

Que sintonia tem

o coração

que não descansa

mais?

É uma agonia

a dança

de viver junto

e separado,

como barcos

no mesmo cais:

o mar é o mesmo,

a navegação jamais.

Literatura

Ler conteúdo completo
Indicados para você