[ editar artigo]

Asas do tempo

Asas do tempo

Eu a vi pela rua,
De corpo tão belo,
De alma tão nua.
De olhar tão distante,
Como o brilho do sol,
E a beleza da lua.

Eu a vi como pássaro,
Pelo céu a voar.
Abraçando as nuvens,
Caminhando no mar.

Eu a vi como noiva,
Um sorriso de mel.
Tão frágil e meiga,
Pedaço do céu.

Eu a vi no futuro,
A encontrei no passado.
E nas asas do vento,
Nós voamos no espaço.

Literatura

EternizArte
Claudio Silva
Claudio Silva Seguir

Sou um sonhador mor, gosto de ler ,viajar conhecer lugares diferentes, de escrever poesias, amo a natureza e a liberdade como o maior bem que o ser humano tem.

Ler conteúdo completo
Indicados para você