[ editar artigo]

APIMENTADA

APIMENTADA

APIMENTADA

De repente um cheiro de pimenta,

Tudo em mim ardia,

Os olhos lacrimejavam de tanto ardor,

Era teu beijo apimentado,

Meus lábios queimavam como fogo,

No quarto o ar emanava teu cheiro,

Uma inusitada sensação aquecia meu corpo,

Tudo eram fetiches,

Tudo eram estimulantes,

Uma fantasia vermelha brotava no meu cérebro pecaminoso,

Tudo era pimenta, vermelha, picante…

A malícia em mim brotava,

O sangue ardia em minhas veias,

O pecado aguçava meu amor por você, 

O fruto vermelho bordava tudo,

A pimenteira crescia magicamente,

Era a pimenteira do nosso amor…

PETRONILHA ALICE

22/01/2021

 

Literatura

EternizArte
PETRONILHA ALICE ALMEIDA  MEIRELLES
PETRONILHA ALICE ALMEIDA MEIRELLES Seguir

PROFESSORA MESTRE E LÍNGUA PORTUGUESA, LINGUISTA, PSICOPEDAGOGA, ESCRITORA DE LITERATURA INFANTIL E POETISA.

Ler conteúdo completo
Indicados para você