[ editar artigo]

Quando uma estrela é um cometa

Quando uma estrela é um cometa

 

Tua trajetória efêmera,

como uma quimera,

ganha os palcos eternos

quando menos se espera

 

Fulminando almas.

Encantando-as com acordes

em troca de singelas palmas,

que não impedem que te afogues.

 

Forte música aponta a verdade

mas, tua vigorosa interpretação

não esconde tal fragilidade,

que carregas no coração

 

Embriagas-te até o espasmo,

sem suportar realidade

pulsando sem compasso

com a tua genialidade.

 

  • Homenagem à AMY WINEHOUSE

 

Literatura

EternizArte
Helio Valim
Helio Valim Seguir

Alguém interessado em usar a poesia como uma crônica poética do cotidiano, com realismo e imaginação. Com mais de 30 anos no magistério superior tendo lecionado em Instituições de Ensino no Rio de Janeiro. Mestre em Engenharia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você