[ editar artigo]

ainda não me sinto forte o suficiente

 

ainda não me sinto forte o suficiente
me sinto cansada de ser fraca
e eu vou tentando sentir outras coisas pelo
caminho
para pensar que eu não preciso ser forte agora
que não precisa doer agora
apesar de que já dói. uma dor silenciosa, interna
que deixa apenas vazio
enquanto não vai embora

Literatura

EternizArte
Creolla de Andrade
Creolla de Andrade Seguir

trans negra não binária; 21 anos, Áries 𝐑𝐄𝐂𝐈𝐅𝐄 textos da obra 𝕯𝖆 𝕮𝖔𝖘𝖙𝖊𝖑𝖆 𝕽𝖆𝖘𝖌𝖆𝖉𝖆 - 𝖗𝖊𝖌𝖚𝖗𝖌𝖎𝖙𝖔𝖘 𝖉𝖊 𝖚𝖒 𝖈𝖔𝖗𝖕𝖔 𝖓𝖔 𝖒𝖚𝖓𝖉𝖔 publicados independentemente em 16 de Abril de 2020 via projeto coletivo

Ler conteúdo completo
Indicados para você