[ editar artigo]

AFAGOS MIÚDOS

=AFAGOS MIÚDOS=
...Vivo com ânsia de saborear
O doce doce do doce em seu corpo...
E em berros e desespero
Em bifes e temperos...

Consolado sou com um olhar
Embora não mais é o meu
Dessas miudezas que viram
Minha memória nascer;

Afagos miúdos
Em prantos obesos
Minhas lembranças navegam
Em um mar de melancolia;

Te penso, te quero
Te desejo...
E por desespero
Anseio beijar o seu beijo;

É tristeza seu rosto lembrar
É saudades a me abraçar
Sem eu puder te tocar
É insano está minha azáfama...

De querer ao tempo voltar
E as coisas puder assim consertar
Mas... Enquanto não chegas
Há muitos abraços por abraçar
Beijos por beijar...

Há... Há ainda afagos miúdos em mim
Haja o que houver
Meu eu não pode viver só;

(...)
PENSÓLOGO O POETA
haja vinho...
Há gajos que fabricam
Espermatozóides!!🍷🍷🍷

Literatura

EternizArte
António Andrade
António Andrade Seguir

EU SOU O QUE SOU QUANDO SOU O QUE SOU... Autor/escritor/poeta e declamador

Ler conteúdo completo
Indicados para você