[ editar artigo]

REFLEXÕES DO EXÍLIO

REFLEXÕES DO EXÍLIO

 

Estou arrumando as malas para ir embora

Quero ficar de fora sem ver o tempo passar

Quero zerar a vida e tem que ser agora

Sem marcas do tempo de outrora

Para poder descansar

Eu quero a paz dessa longa viagem

Que me dá passagem para outro lugar

Além da miragem que eu tenho agora

E distante afora poderei me ausentar

Observar ao longe em diligência

Minha real essência a refletir

Se pudéssemos medir

O valor de nossa existência

Assim, numa breve ausência

Sem deixarmos de existir

Eli de Castro

#Poesia #Concurso #PoiesisEternizarte

Concurso Poiésis EternizArte

Ler conteúdo completo
Indicados para você