[ editar artigo]

Ontem esqueci-me

Ontem esqueci-me

Ontem esqueci-me 

Ontem esqueci-me de suster a respiração
De olhar com a alma e ver o mundo
Esqueci de calar-me e escutar a vida
Esqueci de orar ao sonho e à vontade
Ontem esqueci-me de mim, de ti…
Ontem sobrevivi… existi apenas…

Às vezes esqueço-me de caminhar vendo
Às vezes corro mecanicamente no tempo
Com pressa de chegar onde não quero
Apenas por porque devo humanamente estar

Ontem esqueci-me de amar o infinito
De desejar o impossível, de sonhar o sonho
Ontem esqueci-me de ver as ruas cinzentas
E os telhados coloridos…

Ontem esqueci-me
Amanhã talvez eu faça a mesma coisa.
Por ora, se calhar, invejo-te
Por não te esqueceres de me lembrar…
 
Alberto Cuddel 
#Poesia #Concurso #PoiesisEternizarte

Concurso Poiésis EternizArte

TAGS

Poesia

Ler conteúdo completo
Indicados para você