[ editar artigo]

O que vejo

O que vejo

 

Flores, sim.

Há flores nos nossos desertos.

Há flores nas fendas das duras rochas do ser.

Há flores nos terrenos baldios que percorremos.

Há flores nos telhados que outrora subi.

Há na dor,

Na saudade,

No “até logo” na saída,

No beijo com alma partida,

Na eterna despedida,

Ou quando estás diante de mim.

 

Veja pelo espelho!

O que vejo é o mesmo que podes ver.

Vejo flores.

Meu convite:

Veja você.

Veja as flores em você!

 #poesia #concurso #PoiesisEternizare

 

Concurso Poiésis EternizArte

Ler conteúdo completo
Indicados para você