[ editar artigo]

Lar

Lar

Se a casa é onde nos sentimos bem,
Faço ao seu lado minha morada.
Jamais passarei fome ou frio, além
De estar no coração de minha amada.


E pelo seu feitiço deveria ser queimada,
Tal qual as bruxas há anos atrás.
Fez-me um servo em sua jornada
Sou um escravo, mas vivo em paz.


Quando quiser me assassinar, se despeça
Não consigo viver sem teu carinho.
Mas me mate, e que não seja depressa,
Prefiro ser torturado, que estar sozinho.

 

#Poesia #Concurso #PoiesisEternizarte

Concurso Poiésis EternizArte

EternizArte
Fuad Caetano
Fuad Caetano Seguir

Com muita influência do romantismo, ultrarromantismo e horror comecei a caminhar pelos poemas ainda jovem. Considerando como os maiores mestres os nomes de Alvares de Azevedo, William Blake, Augusto dos Anjos, Leonard Cohen e Edgar Allan Poe.

Ler conteúdo completo
Indicados para você