[ editar artigo]

VOZ EMBARGADA

VOZ EMBARGADA

VOZ EMBARGADA

Imagens se perdem com o tempo
Palavras são espalhadas ao vento 
Músicas cantadas e refrões calados...  
Frases inteiras acabam abreviadas 

Rimas e versos não tem coesão 
Parecem estar escritos na areia 
Vontades, verdades, um só borrão...
Um emaranhado tal qual uma teia

Grito estancado e a voz embargada
Lembranças e arrepios da história 
Nada existe além da mente esgotada
Enfim é passado, preso na memória...

Márcio Paz Martins
 

Ler conteúdo completo
Indicados para você