[ editar artigo]

Volta ao Passado

Volta ao Passado

Outro dia vendo ciranças,
Em um parque de diversões.
Por um momento voltei,
Ao um passado de ilusões.

Onde em minha inocência,
Via tudo cheio de fantasia.
Eu que era criança inocente,
E impurezas no mundo não via.

Malicia não conhecia,
Nem os desejos também.
O olhar era tão puro,
Não invejava ninguém.

Já não sou mais inocente,
Meu mundo de ilusão ficou la atrás.
Se eu voltasse a ser criança,
Não queria crescer jamais

EternizArte
Claudio Silva
Claudio Silva Seguir

Sou um sonhador mor, gosto de ler ,viajar conhecer lugares diferentes, de escrever poesias, amo a natureza e a liberdade como o maior bem que o ser humano tem.

Ler conteúdo completo
Indicados para você