[ editar artigo]

Você, o café e eu.

Você, o café e eu.

Você, o café e eu.

Eu adoro café, mas sou ainda mais apaixonado pela forma como você prepara a nossa bebida favorita em nossos íntimos momentos matinais.

Você, o café e eu. O sol invadindo as frestas da janela, chega sem pedir permissão para colorir o espaço que é todo nosso. As cores ficam quentes, o que torna ainda mais forte a sensação de intensidade que logo será misturada em cheiros, olhares, sabores, sorrisos e beijos.

Fico encantado como você coloca, delicadamente, cada dose de pó no coador de pano. Suave como cada palavra de carinho que você diz no meu ouvido.

E acho engraçado como você sempre me pergunta: “Vai querer?”. E eu respondo sussurrando: “Eu quero é você”.
Nos diálogos curtos, e nos poucos sons que se ouve, enxerga-se a beleza como você orquestra cada movimento da arte de preparar o melhor café. Da porta do armário que abre, da água enchendo o bule, do fósforo riscado – tudo vira nota musical.

Você, em seus passos leves, parece não ter pressa. Eu, do meu canto na ponta da mesa, observo cada detalhe. Ah, como eu te amo...

Acho incrível como você tem o seu tempo exato para a temperatura da água. Seus olhos brilham ansiosos. O café está chegando. É poético como você despeja a água quente do bule e parece coordenar a química perfeita entre o líquido e o pó – igual quando me toca e provoca no meu corpo todas as reações.

De olhos fechados, você respira profundamente, como quem deseja recuperar todo cheiro do café que já se espalha pela casa. Eu sempre fico na expectativa de qual xícara será escolhida, pois você vai variando de acordo com o humor e o sentimento do dia. E fico todo bobo quando você pega aquela que te dei em nosso primeiro encontro numa cafeteira. Lembro que você se encantou pela xícara azul e eu precisei convencer o dono do local a me vender. Custou caro, inclusive, mas nada no mundo paga o teu sorriso naquele momento. E saímos de lá de mãos dadas pela primeira vez.

Você, o café e eu temos uma combinação tão quente.

Eu amo teu sorriso tímido após cada gole de café, como quem se esconde atrás da xícara. Eu gosto de café, mas prefiro o gosto dele em nosso beijo assim que você toma o último gole.
.
.
.
@kermersondias

TAGS

cafe

amor

Ler conteúdo completo
Indicados para você