[ editar artigo]

Você

Rosa do deserto é o como te vejo.

Tudo muito singular, e

Próprio de quem subverte.

A razão do seu toque quase inexiste, pois é único.

O florescer é particular e sentido como uma fênix.

O tom meigo, meio doce e feliz.

O cheiro é sem igual, é atração quando chega.

Com seus valores, tudo recai com o que há de mais simples.

Ler conteúdo completo