[ editar artigo]

Uira Mosco-Perpétuos Carentes

Uira Mosco-Perpétuos Carentes


A solidão,a saudade,a carência afetiva do toque,a exclusão social,a falta de oportunidade em se relacionar com possíveis amizades.


Um aviso-prévio, do fracasso e do sofrimento pessoal á frente?


Assim, é descrito ou narrado,uma mazela humana;tão quão desesperadora,quanto a uma praga ou enfermidade.
Aliás,talvez seja.
Um Carma ou Destino.
Uira,nunca entendeu.Nunca soube também,o por quê.
A razão de uma solidão pragmática,escrita pelo destino ou ás circunstâncias.
Tenho para comigo que,alguns desígnios,ninguém...,realmente os saiba.

Escolhas erradas?
Possivelmente.É plausível.


Temperamento?
Igualmente aceitável.

Cada um,poderia enumerar as diversas falhas alheias,durante um longo... tempo.
Apontar os erros de outrem,sempre fora uma tarefa fácil ao Ser humano.
Mas,uma"especulação"da qual eu sempre me permito a me referir...,é que,a mente,a muitos,não aguenta desilusões  e/ou ressentimentos ao Eu próprio.

O evidente vir...,da depressão,problemas de ansiedade,disfunções neurológicas que desencadeiam problemas físicos e,o pior...o autoextermínio.


Uira,Uira.
Eu sei!.Eu sei!.
Eras Humana.


Não "era mágica" ,e/ou não teve ferramentas ao seu dispor.


Na "Literatura",muitos,morreram por nós.E quando nós,morremos por nós mesmos?
Espero...,que ao" chegarmos lá",tenham clemência.

Eu,não a julgo...,mas deveria ter lutado mais!!
E MAIS E MAIS.Até a sua "Alma sangrar".
...é por isso, que" estamos aqui".

Para lutar pelos outros e com nós mesmos!.


 

Uira Mosco-personagem by Santidarko

 

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você