[ editar artigo]

Todas as mulheres que passaram por mim (e que passei por elas).

Todas as mulheres que passaram por mim
 (e que passei por elas).

Obrigado,
por me fazer encher os fígados dessa porcaria.
Agradeço por me fazer ficar sem dormir,
por provocar o despertar de algo grande
quando não na verdade
não tinha intenção de obtê-lo.

Gracias,
por tal zelo e preocupação temporária, 
por me fazer se sentir especial,
sem a vontade de fazer realmente.

Thanks,
por minha ingenuidade e perseverança de ainda pensar em ti, 
por querer alguma coisa do seu lado.
 
Danke, por me fazer sentir em casa, por pouco tempo, 
mas valeu muito pra mim.

Merci, Madame.
Quanto buraco eu cavei pra cobrir meus problemas, 
quantas coisas movi de lado pra poder chegar em sua direção,
nem algumas horas que fosse.

Do fundo do meu corpo e alma: Grazia, por ter me engolido de várias línguas,
me suportado em todos os cenários possíveis.

Mas uma hora você enjoa
de filmes repetidos.
Então siga sua rotina normal,
já que não fui parte dela, 
por muito importante que fosse,
por mais claro que eu me mantivesse sobre a intenção
embarganhada no seu colo de criança levada.

Acordo, vejo sua foto,
que maneira estúpida de se levantar da cama.
Pé direito ou esquerdo, pouco me interessa.
Sou eu que vou fazer essa peça contracenar, 
rodopiar e girar como um balé.

O ser humano é impulsionado pela dor,
coisas que dói são mais difíceis de esquecer.
Preciso passar por essas coisas, 
não posso ficar neutro,
tranquilo ou sem gostar de alguém.
Tenho que ficar noites sem dormir, 
encher meus pensamentos 
e meu estômago com gim.

Quanta longínqua em mim.
Quanta inspiração, quanto medo, quanta coragem,
quanta vontade de meter o pé
e dirigir até onde você está.

Preciso de monstros, 
pra escrever para humanos.

Às vezes confundo
quem é quem.

 


Hudson Henrique.

Da obra: Madrugada adentro, como essas, costumam me puxar pelos calcanhares todas as noites.

https://linktr.ee/hudsonhenrique

EternizArte
Hudson Henrique.
Hudson Henrique. Seguir

Hudson Henrique. Escritor e compositor brasileiro. Ganhador do primeiro concurso EternizArte, com o poema "Assoprando dentes-de-leão contra a tempestade". Site oficial: www.hudsonoficial.com Aonde me encontrar: https://linktr.ee/hudsonhenrique

Ler conteúdo completo
Indicados para você