[ editar artigo]

Todas as lágrimas colhidas em pores do Sol

Todas as lágrimas colhidas em pores do Sol

A verdadeira esperança,é calada.
A escuridão,não deixará eu ver as minhas lágrimas no espelho.
Também,não deixará ver meus olhos obscurecidos.
Meus ouvidos,agora temem palavras.

Manifestos de ajuda.


Minha mente,jaz no sonoro dia.

Traga silêncio em seus bolsos.
Ao meu lado,em quietude;será bem-vindo.
Apenas ,me pergunte sobre a noite.
A brisa do silêncio noturno,me revigora.


Me alimenta.

A chuva noturna,será meu acalmar.


Meu lenço.


Não me sufoque com conselhos sob seus risos.
Ao olharmos para o firmamento de cimento em meu quarto,não me esconda,o meu enamorar com a loucura da sensatez.

 

 

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você