[ editar artigo]

Tempo na madeira

 

Meu passado grava meu presente

Xilogravura temporal

Pedaços arrancados da infância

Sangue como tinta

Passado prensado no eu atual

Não me agrada a imagem

Mas não há o que fazer

O passado já morreu

O presente está de passagem

E o futuro, ainda não tem haver

Ler conteúdo completo
Indicados para você