[ editar artigo]

Te deixo

Te deixo

 

Hoje te deixo

Como todos os outros

Que se foram, que te deixaram

 

Não é motivo para chorar.

Nada é motivo para chorar 

se não foi por felicidade.

 

Hoje te deixo

Como as pessoas do passado

Como as do futuro também.

 

Mas é normal.

Não fique triste

O inevitável é inevitável

 

Nada é tão longo

Como as decepções...

E as expectativas...

 

A felicidade dura tão pouco

Como o efeito de um analgésico

O resto é verdade.

 

E verdade é outro

sinônimo para dor.

Pois as verdades queimam na alma.

 

E quando queima a alma

Já não somos mais nós.

Nem outros.

 

Viramos raposas

Daquelas astutas.

Temendo o ardor agonizante das verdades.

 

EternizArte
Bianca Blauth
Bianca Blauth Seguir

Alguém cujo jardim ainda está florescendo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você