[ editar artigo]

Te aguardo na esquina

Te aguardo na esquina

 

Te aguardo na esquina

Aquela cujos ladrilhos estão quebrados.

A parede pinçada com algo ilegível

E há um pequeno pé de árvore de sei lá que fruta.

Te aguardo lá, naquela esquina

Aquela que debaixo do sol das doze

eu parti seu coração.

Sorri da sinceridade alheia como se fosse

a rainha do mundo.

E te marquei para sempre.

Te aguardo na esquina

Está na hora de você se vingar

parta meu coração.

Ele se moldou para você partir.

Me parta em dois pedaços...

Mas sei que nada fará o seu

voltar ao lugar.

Sinto muito, não sei curar as feridas que causei.

Te espero na esquina

Aguardo você partir também meu coração.

 

EternizArte
Bianca Blauth
Bianca Blauth Seguir

Alguém cujo jardim ainda está florescendo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você