[ editar artigo]

sons

sons

 

Sílabas se lavram,

Soletram sopros,

Sombras sobre os esses,

Esses sonhos, soltos,

Sobre nada que flutue,

Esses pensamentos loucos,

Soltos e insanos,

Entre sons, entres sãos...

São esses que me escutam

Quando estou só.

 

#Concurso #Poesia #Eternizarte

EternizArte
MARIO SERGIO DE SOUZA ANDRADE
MARIO SERGIO DE SOUZA ANDRADE Seguir

Santista, morando em Floripa. Música, cinema, teatro (não faço nenhum dos três, mas gosto). Escrevo há muito tempo, quem sabe um dia eu aprendo. Tenho bons vícios, ler, sonhar e viver o que me é possível, sempre acreditando que a cura virá ...

Ler conteúdo completo
Indicados para você