[ editar artigo]

SONHOS JOVENS

SONHOS JOVENS

 

Quantos abraços em noites de lua,

Quanta nudez nos pensamentos,

Tantos sonhos nascidos e desfeitos,

O quanto de perfeito desperdiçado.

 

Quanta poesia nos braços dados,

Tantas as noites de estrelas roubadas

E tantos outros mares navegados

E desejos naufragados.

 

Quantos nomes pronunciados,

Tanta gente que antes não seria

Mas tornaram-se então,

Quanto o coração os revelou,

E quanto ele amou...

 

Tantos desejos desenhados

Em folhas brancas e tenras,

Como os corpos que se tocaram

E tornaram a madrugada em festa.

 

Quantos idiomas se falaram,

Tantas línguas trocadas,

Ah, as palavras estarrecidas

Que saíam de lábios envergonhados!

 

Quantas ruas percorridas,

Tantas estradas levando a nada,

Tantos caminhos perdidos,

Quantas vidas embaralhadas.

 

Quantos ouvidos que ouviram

O que nunca lhes disseram,

Os segredos que foram revelados

Aos corpos que nada sabiam.

 

Ah, o afã de possuir, que era tanto!

A ousadia de querer

O que não se pode ter.

 

#Concurso #Poesia #Eternizarte

EternizArte
MARIO SERGIO DE SOUZA ANDRADE
MARIO SERGIO DE SOUZA ANDRADE Seguir

Santista, morando em Floripa. Música, cinema, teatro (não faço nenhum dos três, mas gosto). Escrevo há muito tempo, quem sabe um dia eu aprendo. Tenho bons vícios, ler, sonhar e viver o que me é possível, sempre acreditando que a cura virá ...

Ler conteúdo completo
Indicados para você