[ editar artigo]

Sombras que vocalizam quererdes(Entre sombras e nuvens)

Sombras que vocalizam quererdes(Entre sombras e nuvens)

Ofega cansaço ao Universo,
mensurado de um preterido acéfalo disperso;
á espera de prazeres mercenários,
ameba a se sonhar,
em cantigas versos imaginários

 


De incessante busca á juventude,
mesmo que seu escrito final,
não o desate de um compromissado ataúde.

 

Sob prazeres cerimoniais,
bestas-feras coloniais,
põem-se,em esboçados sociais e, proferidos pedestais.

Vociferam o não comum Humano,
diante de um convencer-se arcano.

Ante ao ledo engano,
o não aferido a Si,
és, de desdenho profano.

Ler conteúdo completo
Indicados para você