[ editar artigo]

Sob o ouvido do guarda-chuva(O mundo réstia)

Sob o ouvido do guarda-chuva(O mundo réstia)

Ébria tolice que em mim soluça,
ao fitar um encanto,sobre a poça d'água em calçada com meu atento debruça;
um espelho Mundo em reverso,a se imaginar em nova resulta;

mágica avulta.

Adentrar em oposta verdade,
da qual ostento,

invulnerabilidade.


Poderes,acima da realidade.
Humana eternidade.


Em moradas,
prazeres oferecidos,
Ao longe de vergonhas coradas.

Ditos envelhecidos.

um Rei-entidade,
em posto-cargo,
acima da liberdade.


Poderes,com o guarda-chuva,
em três vezes a girar,
em apenas dias de chuva,

 

 Em poças-espelho, a viajar;

 

sonhos a se realizar...

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você