[ editar artigo]

SINTO

SINTO

 

Sinto... Que palavras não bastam

Nunca bastaram para dizer

O que quero.

 

É preciso chorar, deixar um rio

Escorrer dos olhos para tocar

Tua alma incrédula.

 

Fazer a boca tremer convulsa de 

Desespero e súplica até

Alcançar teu peito.

 

E se... Não for suficiente.

Não dizer nada basta. Deixa o 

Silêncio ensurdecer teus ouvidos imundos.

 

Deixe o espaço vazio para a imaginação

Para reflexão, para o desespero te

alcançar com alucinações.

 

Ai sim, bastará.

Para dizer o que quero

O que preciso. O que você deve ouvir.

EternizArte
Bianca Blauth
Bianca Blauth Seguir

Escritora iniciante de fantasia, e escreve poesias as vezes.

Ler conteúdo completo
Indicados para você