[ editar artigo]

Senhorita

Senhorita

Sempre quis contigo falar,

Mas tive medo de tentar.

Agora que comecei 

Não posso parar,

Tenho que continuar!

 

Senhorita 

Como pode continuar?!

Todos podem te odiar,

E nunca te amar

Porque vai os separar.

 

Eles não te entendem!

Talvez já tentaram

Mas erraram.

Talvez por isso pararam,

Pararam todos de tentar.

 

Mas eu nãovou parar!

A ti quero entender

Mas antes quero te contar,

O que estou a pensar, 

Ou pelo menos tentar.

 

Senhorita pode se sentar

Isso vai demorar.

Deve estar a pensar,

Porque com você

Estou a falar.

 

Você é como a vida

Da uma segunda chance.

Mas as vezes,

Te usam para escapar

E seus problemas largar.

 

Mas você pode ser paz

Em ti descansar

Parar de sofrer,

Ou parar...

Parar de viver.

 

Se você um dia vinher me buscar

Sem eu chamar

Contigo vou ficar.

Mas as vezes não vou querer,

Outras vou implorar para você vir.

 

Acho que sei porque te odeiam,

Porque a vida é uma ilusão maravilhosa,

Em quanto você

Diz a pura verdade

Diz o que não querem ouvir.

 

Para que ficar?

Para viver numa ilusão?

Para viver na destruição?

Para chorar?

Chorar pelo que os humanos fazem?

 

Sei que um dia...

Destruirão o mundo,

Porque é isso

Que os humanos fazem!

Destroem tudo.

 

Morte você pode me levar?

 

#Poesia #Concurso #Eternizarte

EternizArte
Lúcia de Paula Zelenski
Lúcia de Paula Zelenski Seguir

tenho 16 escrevo algumas poesias mas a maioria ninguem le

Ler conteúdo completo
Indicados para você