[ editar artigo]

Segundo espírito

Segundo espírito

Sentiste a curvatura meiga?
Sucinta?
Que a toca 
Pele a pele
Não carnosa

Pelos flácidos, rijos à epiderme
Entre coxas
Fixos
Extensão móvel do ser à palma

Traços finos
Tornozelos nus 
Tecidos e echarpe ao pescoço 
E nada mais 
7/8
Plumas 
Seda Mulberry

A suavidade do toque 
Ao seio da face, libera 
Pelos eriçados, ofego
Suspiros 
Almas de si 
Feição esfumaçada 
Olhos limpos, espelho da alma 
Saltos baixos 

Cinzas dos homens!
Ao solo
Porém... Sempre forte 
Corpos meus presenciam 
Sonhos dos outros 

Lágrimas e chuva 
Descem a face 
Lentas, unidas
Como óleo sobre tela
Parecem não querer deixar a pele;
Adjuntos aos cílios caídos 
A cor dos lábios 
Obra de arte completa 

Contemple-se
Ao espelho 
Fim
Pois já é
É a si
                     Luan N.S. Silva

Pintura: A Rainha de Copas, Gerda Wegener, 1928

#Poesia #Concurso #Eternizarte #Transexualidade #LGBTQ+

EternizArte
Ler conteúdo completo
Indicados para você