[ editar artigo]

O "amor" inventado.

Eu sonhava,

desenhava planos,

enxergava vida.

Eu encontrei o amor,

dizia cuidar de mim.

Nos dias chuvosos,

dançávamos entre os respingos...

Gargalhávamos...

Refletindo o cômico.

O futuro brilhava diante de meu caminho.

Chamando-o de "vida", segui feliz.

A paz cantava em minha mente.

Ao fechar os olhos,

Parecia nada temer,

a calmaria no olhar azul, cheiro de mar.

Outrora...

Tudo parecia embaçar 

O futuro eu iria pintar.

Os tons de azuis amedrontadores, de tempestade

nos acharam através do amor.

A sintonia do horizonte

Já não se misturava com o oceano.

Tons de preto, cinza, escuridão.

Na chuva onde a dança reinava,

hoje habita a traição.

Os planos ainda na ponta do pincel.

A calmaria já não mais imperava,

Eu nada mais enxergava!

#CONCURSO #ETERNIZARTE #POESIA

se você gostou, curte pra me ajudar clicando no coraçãozinho na tela a esquerda ❤

Ler conteúdo completo
Indicados para você