[ editar artigo]

SALÁRIO CRIADOR: ODE À PATERMIDADE

SALÁRIO CRIADOR: ODE À PATERNIDADE

 

            J. Simões – 27/06/2020

 

Hoje vi uma estrela nascer,

Um raio nessa luz universal,

Cometa reluzente que caiu

Na órbita do meu colo de pai.

 

Vi meu olhar no mar dos olhos dela,

Um farol no arrebol infinito,

Aurora boreal, minha procela,

A vida aquarelada no seu grito.

 

Hoje eu me vi sorrir nos olhos dela,

Vida fértil refletida no amor,

Espelho refratário e relicário,

Meu suor, meu salário criador.

Ler conteúdo completo
Indicados para você