[ editar artigo]

Promessa

Promessa


Prometo arrumar o meu quarto,

tomar banho, escovar os dentes.

Prometo que cedo já parto,

vou olhar e escutar a gente.

 

Prometo não abandonar o caos

e não deixar que ele me consuma.

Prometo não esquecer os pardais

do meu jardim ou da minha rua.

 

Prometo perguntar quando não souber

e pensar na resposta com boa fé.

Prometo lembrar que não sei

e que o que sinto ou penso não faz a lei.

 

Porque eu preciso olhar o mundo,

mas não quero enlouquecer.

Toda essa beleza me convida ao fundo

às grandes questões do ser.

 

Por isso quero ter coragem

pra partir, ficar, compreender, discordar,

dizer que não sei, pedir ajuda

e assim seguir nessa vida absurda.

 

Prometo que não me esqueço

que essa existência me ultrapassa.

Com o peso de tanta promessa

O meu peito já se estilhaça.

 

No entanto, ainda prometo que tento

manter a minha palavra

e até o último instante

seguir com o peito em brasa.

 

E quando eu não conseguir,

quando não aguentar e então sucumbir,

peço perdão, tiro a poeira dos pés

e prometo mais uma vez.

 

 

 

#Poesia #Concurso #Eternizarte

Ler conteúdo completo
Indicados para você