[ editar artigo]

Poesia viva

Poesia viva

Rotina

Quando de manhã acordo

O som do mundo vem me despertar

Percebo mais um dia que vem me tocar

E com seu manto de vitalidade me abraçar.

 

Todo tempo é curto

Levanto pego meu casaco

Escuto

Já estão a me chamar.

 

Quem chama, também ama

E diz para eu me cuidar,

Eu que bom filho sou

Não me esqueço

E quando volto para o lar,

Também sei que nele

Está ela a me esperar.

 

Comendo não só a refeição

Desejo consumir o mundo todo

Com minha emoção.

 

Chegar em casa

E ver tudo aquilo que gosto

E sinto que não posso deixar de apreciar.

 

Quero aproveitar a vida

Sem pensar no momento exato

Em que o relógio novamente vai tocar.

                                                                             Jacqueline Lombardi Valadão

Rotina

Quando de manhã acordo

O som do mundo vem me despertar

Percebo mais um dia que vem me tocar

E com seu manto de vitalidade me abraçar.

 

Todo tempo é curto

Levanto pego meu casaco

Escuto

Já estão a me chamar.

 

Quem chama, também ama

E diz para eu me cuidar,

Eu que bom filho sou

Não me esqueço

E quando volto para o lar,

Também sei que nele

Está ela a me esperar.

 

Comendo não só a refeição

Desejo consumir o mundo todo

Com minha emoção.

 

Chegar em casa

E ver tudo aquilo que gosto

E sinto que não posso deixar de apreciar.

 

Quero aproveitar a vida

Sem pensar no momento exato

Em que o relógio novamente vai tocar.

                                                                             Jacqueline Lombardi Valadão

#Poesia #Concurso #Eternizarte

Ler conteúdo completo
Indicados para você