[ editar artigo]

Poema do meu livro Dois olhares para o amor. Postado aqui em homenagem ao dia do amigo.

Poema do meu livro Dois olhares para o amor. Postado aqui em homenagem ao dia do amigo.

Piegas, porém, sincero

 

Quando tua dor for tanta

Que eu até a possa tocar

E sinta doer a garganta

Por não saber o que falar

 

Sentarei ao teu lado

Em silêncio, partilharei

Solenemente do fardo

Que pesa quanto não sei

 

Mas sei que te fere

Sei que te causa dor

Tua dor também é minha

Como é teu o meu amor

 

Ainda que me digas não

E me mandes sair daqui

Segurarei a tua mão

Até que voltes a sorrir.

EternizArte
Débora Lima
Débora Lima Seguir

Mãe, mediadora, professora, escritora, sobrecarregada, mas feliz com minha feminilidade e o quanto ela embeleza o mundo em minha volta.

Ler conteúdo completo
Indicados para você