[ editar artigo]

Poema da cor

Poema da cor

Nesse pobre corredor
Correm risos de amor
Corrimão largo de mão
Correm lágrimas em vão
Desse velho corredor
Jovens cantam sua dor
Canto esconde sua alma
Vermes cobram sua cor
Cobre sangue e miséria
Segue sério na conduta
Ninguém quer a sua vida
Todos cobram sua labuta
Corre pobre de amor
Sua vida sua dor
Canto esconde a miséria
Sangue cobre  sua cor

TAGS

Poema

Ler conteúdo completo
Indicados para você